3 Simples Passos para calcular taxas e impostos de importação

Ao importar qualquer produto, você deve estar ciente que há chances de serem cobrados impostos. Mas existem algumas exceções no que diz respeito a essa regra, portanto, você deve conhecer as leis e aprender a fazer o calculo das taxas de importação.

Por isso, fiz uma lista com dicas para que você não tenha surpresas com os impostos de importação.

calcular impostos Passo #1 – Você deve conhecer as regras de Importação

Todo produto que foi enviado de pessoa jurídica e acima de 50 dólares, pela lei, deve ser taxado.

Quando aparece o Logo em sua encomenda, automaticamente, os agentes da alfândega subentendem que foi enviado de pessoa jurídica, logo, não hesitaram em aplicar os impostos em sua encomenda. Sugiro que leia o artigo Como evitar pagar taxas de importação.

Ao fazer a compra da mercadoria, e o valor ultrapassar os 50 U$D, utilize a calculadora para ficar ciente dos impostos e não ter surpresas desagradáveis ao retirar o produto na Agência dos Correios.

Produtos como livros, jornais e qualquer outro material impresso não é taxado. Independente de valor ou tamanho.

Passo #2 – Quais Impostos podem ser cobrados

Para produtos acima de 50 dólares e/ou enviados de pessoas jurídicas, é cobrado um imposto de 60% sobre o valor declarado no produto e, dependendo de seu Estado, pode ser cobrado o ICMS.

O ICMS cobrado é de cerca de 20% sobre o valor do produto.

Caso você já tenha pagado os impostos antecipados, como ocorre em compras no Amazon, não será pago novamente as taxas quando o produto chegar ao Brasil.

[mc4wp_form]

Passo #3 – Calculando o Valor do Imposto

Para fazer o cálculo correto das taxas, você vai utilizar uma ferramenta chamada Tributado.

tributadoItem 1 – Cotações

Neste primeiro item da nossa ferramenta, você fica sabendo dos valores das moedas utilizadas como base.

Por exemplo, hoje o dólar está cotado a R$ 2,32; o Euro está custando R$ 3,20 e a Libra está sendo comercializada por R$ 3,83.

Item 2 – Alíquota de ICMScotação - alíquota ICMS e Taxas

Neste item, vamos especificar o tipo de envio. Caso o envio seja feito por EMS, HK Post, China Post, USPS, Airmail e outros fretes que chegam em sua casa através dos correios, você deixará o tipo de envio como Correios.

Caso você comprou na Amazon e enviou diretamente para o Brasil, você poderia marcar a opção Courier. Mas no caso da Amazon, eles enviam a cobrança de imposto antecipada, ou seja, não é necessário utilizar esta ferramenta. Fretes Couriers: DHL Express.

Na Unidade federativa você deve selecionar o Estado em que a encomenda chegará. Pois alguns Estados cobram ICMS.

Item 3 – Taxas

Caso você não tenha comprado utilizando a moeda Dólar, você pode alterar o valor do campo Conversão monetária e digitar o valor da moeda, por exemplo, se comprou em Euro, coloque o valor de 3,20.

Item 4 – Imposto de Importação

No campo Valor do produto você deve digitar o valor do produto importado. Além de preencher o Custo do frete.

A ferramenta automaticamente converterá o valor para a moeda Real.

Será feito o cálculo automaticamente e no último título está escrito TOTAIS. Onde você localizará o Valor final com impostos, que está descrito em Reais (R$).

valor final impostos

Dica Importante – Seu produto foi taxado indevidamente?

Algumas vezes os agentes dos correios tributam indevidamente os produtos importados, mas existem formas de recorrer e pagar uma taxa menor.

Para baixar o Requerimento de Revisão de Imposto, clique aqui. Para aprender como preencher adequadamente, clique aqui.

3 Simples Passos para calcular taxas e impostos de importação
3 (60%) 3 votos

Quer um E-Book GRÁTIS sobre Importação? Cadastre-se e receba!

Patrick Bonometti

Website: